Notícia

Quarto de bebê: Confira dicas de decoração

07/02/2019

Não há muito mistério para preparar um ambiente aconchegante, seguro e confortável

Um lugar tranquilo para brincar, aprender e sonhar. O quarto é como o pequeno mundo da criança. É onde está a primeira referência de lar. De cores a pequenos objetos. Cada detalhe faz uma grande diferença na decoração do ambiente.  Tudo pode influenciar para que o cantinho do baby seja aconchegante, confortável e seguro.

Descobriu que está grávida? Tenha em mente que é preciso planejar. O ideal é definir, antes mesmo de iniciar as pesquisas do que vai comprar para o enxoval, o que acha mais legal para compor o espaço. Pode parecer muita burocracia, mas, acredite, facilitará demais todo o processo de concepção do quartinho do baby. Além disto, fará com que você economize tempo e dinheiro.

“Antes de começar a comprar os móveis, os pais devem escolher o estilo do quarto, que irá nortear a escolha das cores, revestimentos e o estilo dos móveis, lembrando que os acabamentos das peças compradas devem combinar entre si”, aconselha a decoradora Ivana Rangel.

1- Temas e cores 
Se já sabe em qual o espaço irá acolher o bebê, chegou a hora de definir se haverá um tema ou se está pensando em alguma cor para nortear toda a decoração do cantinho do pequeno. E como não há regra, a escolha da cor pode ser antes mesmo de saber o sexo. “Usar mais cores é uma tendência forte e deixa o ambiente divertido e alegre, além de não custar caro. Pintar as paredes é a opção com o ótimo custo-benefício”, indica Ivana Rangel.

 2 - Estilo dos móveis
Provençal? Montessoriano? Retrô? Independente de qual for o estilo escolhido, não deixe de medir o espaço que tem antes de comprar os móveis. Dedicar alguns minutinhos do seu dia para anotar todas as dimensões pode te poupar muita dor de cabeça. “O planejamento do espaço evita erros na hora da compra. Em seguida a escolha do estilo e definição do mobiliário que tenham tamanho compatível com o ambiente. O ambiente deve ser funcional e seguro”, alerta a decoradora.

3- Detalhes 
Sabe aquele toque que dá ao quarto o toque que é a cara do dono? Pois pode vir de mimos como luminárias, quadros, brinquedos ou até mesmo roupas de cama. Os objetos decorativos dão um toque final na ornamentação do quarto do bebê. Eles complementam o estilo escolhido na composição do ambiente. “Os quadrinhos decorativos são, por exemplo, um complemento do tema e do estilo do quartinho do bebê e ajudam na ambientação”, explica Ivana Rangel.

Para a especialista em decoração, dá para mesclar a cor da parede com um papel de parede ou adesivos divertidos e ter um resultado bem arrojado.  “Trabalhar o teto e as paredes de uma forma nova e moderna são também uma forte tendência. Criam um ambiente descontraído e com personalidade!”, sugere.

4 – Personalização 
Ter um quartinho personalizado é o sonho da maioria dos pais. E com tantas opções padronizadas, cada vez mais modernas, chique mesmo é ter uma peça handmade, feita exclusivamente por um artesão para o bebê. São almofadas, mantas e colchas que ganham o aconchego de fios de alta qualidade, em padronagens e texturas exclusivas de encher os olhos e o coração.  E quando ainda trazem o nome do bebê? Um charme!

“Peças em tricô conferem um ar delicado e romântico. A trama clássica, um dos estilos que mais encantam as apaixonadas pelo estilo, transforma o quarto do bebê em um recanto de aconchego e delicadeza. Com a combinação tradicional de laços e babados, elementos que não podem faltar no segmento, as peças ganham ainda mais sofisticação e inspiram belíssimas composições”, pontua Ivana Rangel.

Fonte: Correio 24 Horas


Mais notícias