Notícia

Setor imobiliário registra crescimento de 39% em MS mesmo durante a pandemia, aponta pesquisa

03/07/2020

Os dados apresentam o aumento do setor imobiliário e a possibilidade de investimento em MS

 

De acordo com levantamento da Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), foi registrado crescimento em Mato Grosso do Sul nos financiamentos imobiliários do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo.

 

Os números indicam que, mesmo durante o período de pandemia do novo coronavírus, a comercialização de unidades cresceu 39%, de março a maio de 2020 em relação ao ano passado. Foram 808 transações nos três meses de 2019, contra 1.124 neste ano.

 

O mercado imobiliário se mantém aquecido mesmo em momentos de crise. Na comparação sobre o valor financeiro, os dados comprovam um aumento de 24%, em relação aos meses de janeiro a maio em Mato Grosso do Sul, o que representa um crescimento de 88.076.924 reais. Foram R$ 363.365.199 em negócios em 2019 e R$451.442.123 no mesmo período deste ano. Já o número de unidades subiu 27% no mesmo período (1.491 em 2019 e 1904 em 2020).

 

“O setor imobiliário tem a característica de superar momentos de instabilidade econômica. É um dos investimentos mais seguros em qualquer período. Essa confiança no setor faz com que se mantenha sempre aquecido”, explica o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 14ª Região (CRECI-MS), Eli Rodrigues.

 

Campanha Vem Morar

 

Com a prorrogação da Campanha Vem Morar até 29 de setembro, a expectativa é de que o setor se mantenha em crescimento nos próximos meses.

 

Lançada nacionalmente pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção e Abrainc, com o apoio da Caixa, a Campanha é apoiada pelo CRECI-MS. “Nunca as condições estiveram tão favoráveis para a aquisição de um imóvel”, aconselha o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 14ª Região (CRECI-MS), Eli Rodrigues.

 

As medidas oferecidas pela Campanha Vem Morar são: desconto a partir de R$ 3 mil reais sobre o valor do imóvel e um prazo de carência de até 6 meses para pagamento de financiamentos (FGTS e SBPE): móvel residencial e comercial – novo, usado, construção individual e unidades vinculadas a empreendimentos.

 

 

 

Confira os dados da Abecip:

 

2019: MS Unidades Vlr_Financ
jan-19 288  73.459.078
fev-19 395  90.131.936
mar-19 254  55.355.804
abr-19 250  61.222.601
mai-19 304  83.195.780
Total Geral 1.491  363.365.199

 

 

2020: MS Unidades Vlr_Financ
jan-20 461  111.113.696
fev-20 319  75.965.077
mar-20 381  90.224.844
abr-20 347  86.468.128
mai-20 396  87.670.378
Total Geral 1.904  451.442.123

Mais notícias