Notícia

Móveis de palha voltam a ganhar destaque na decoração

14/05/2019

A palha aparece de formas bastante variadas no mobiliário brasileiro

Muito comuns nas casas brasileiras por volta das décadas de 50 e 70, os móveis de palha foram perdendo espaço conforme as residências foram se modernizando, apesar de ter continuado presente em casas mais antigas, assim como no interior e em casas de praia/veraneio. Agora percebe-se um crescimento na demanda para móveis de palha, com o apelo para o orgânico e materiais naturais integrando a decoração dos ambientes.

Considerada como uma das faces do artesanato brasileiro, a palha aparece de formas bastante variadas no mobiliário do país, surgindo a partir de diversos materias, como malacca, lana-da-índia, folha de bananeira, junco, entre outros, e podendo ser encontrada numa infinidade de móveis e objetos decorativos. Podendo ser encaixada em qualquer cômodo, atualmente está longe de apenas representar aquela velha casa de fazenda.

"Normalmente este tipo de palhinha você pode comprar pronta, no caso de cadeira, bufê, banco, ou você pode mandar fazer", explica a decoradora Fabiane Lessa. "Hoje em dia, como está uma tendência muito forte a voltar a decoração com estes materiais, tem marceneiros já trabalhando com a palhinha, então é fácil de você achar pra comprar e também pode mandar fazer, dependendo da sua necessidade", acrescenta.

Quanto à manutenção desse material, não existe nenhum mistério, na maioria das vezes um pano seco é suficiente para manter uma limpeza regular. "O que acontece hoje é que você tem palhas sintéticas, então é muito mais fácil de manter e muito mais duradouro", lembra Fabiane. Já a palha natural, por ser um produto vivo, tem a tendência a ter uma manutenção um pouco maior, por existirem mais chances de danificar, ao contrário da sintética, que pode durar uma vida inteira e demanda de praticamente nenhuma manutenção.

Por conta do sentimento de nostalgia e conforto, além do orgânico estar em alta, muitas pessoas estão optando por agregar a palha aos ambientes mais modernos, misturando-a com móveis mais contemporâneos, dando um toque de aconchego e rusticidade a mais ao local e deixando-os mais leves e descontraídos, garante a decoradora Tuvinha Papaleo.

Fonte: A Tarde

Mais notícias